O recrutamento de médicos para a área da toxicodependência é cada vez mais difícil


                   

  O recrutamento de médicos para a

 área da toxicodependência é cada

 vez mais difícil



ENTREVISTA/JOÃO GOULÃO

Falta de médicos para toxicodependentes pode resolver-se com integração de serviços das Administracões Regionais de Saude 

                                                        
O recrutamento de médicos para a área da 
toxicodependência é cada vez mais difícil,
 situação que poderá resolver-se com a 
integração das equipas do instituto da droga
 nas administrações regionais de saúde, que
 deverá ficar concluída no final do ano.

João Goulão, admite que a área da 
O presidente do Instutito da Droga e da Toxicodependência (IDT), que está a transformar-se em Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e Dependências (SICAD).


prevenção e tratamento da 

toxicodependência é "reconhecidamente

 difícil" e que há mesmo zonas do país em 

que as equipas de intervenção não 

conseguem ter a participação de médicos.




 O  SICAD veio substituir o extinto IDT no que respeita à prevenção e promoção de comportamentos, enquanto a parte terapêutica passou para as ARS.
João Goulão afirma que a transição dos serviços do IDT para as ARS está atrasada, mas mostra-se convicto de que estará concluída no fim do ano.
"As equipas ainda estão com o IDT, mas temos intensificado os contactos com as ARS sobre várias questões operacionais. Ainda estamos em período de transição. Penso que este processo vai consumar-se no final do ano", adiantou.
O secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Fernando Leal da Costa, tinha previsto que em outubro estivesse praticamente concluída a transição dos serviços terapêuticos para as ARS.


Por Lusa, publicado por Luís Manuel Cabral
http://www.dn.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=2878191&page=-1



Médico do Instituto da Droga demite-se em protesto  
 
Tratamento de toxicodependentes passa para administrações regionais de Saúde. Médico demitiu-se contra "falência" das equipas e "demolição" de uma instituição ágil  
 
Médico demite-se em protesto contra mudanças no Instituto da Droga  
 
A partir de 31 de Dezembro, tratamento dos utentes passará para a responsabilidade das administrações regionais de Saúde. Mudança acontece numa altura em que crise faz aumentar consumo de heroína  
 

Sabe mais em :


http://www.mynetpress.com/mailsystem/noticia.asp?ref4=4%23k&ID=%7BD250DC98-BBD5-47F0-B0EB-EFE4CBB505E3%7D



Comentários

Mensagens populares deste blogue

METADONA EFEITOS COLATERAIS

Metadona e o excesso de peso

Coisas da metadona