Relatório anual 2012: a evolução do fenómeno da droga na Europa


Relatório anual 2012: a evolução do fenómeno 
da droga na Europa



Agência da UE de informação sobre droga apresenta as estatísticas, tendências e análises mais recentes

(2.10.2012, LISBOA) 

Qual a resposta dos países ao fenómeno das novas drogas?

As crianças em idade escolar estão a consumir mais ou menos drogas do que antes? 

Quantos europeus consomem canábis diariamente? 

Até que ponto as respostas nacionais ao fenómeno da droga têm sido eficazes?

Estas são apenas algumas das questões em destaque no Relatório anual 2012 da agência da UE de informação sobre droga (OEDT)

Será apresentado no dia 15 de Novembro, em Lisboa.

No lançamento desta avaliação anual sobre o fenómeno da droga na Europa, estarão presentes: 






Comissária Europeia para os Assuntos Internos, Cecilia Malmström













Presidente do Conselho de Administração do OEDT
João Goulão


 








Diretor do OEDT, Wolfgang Götz










O relatório, principal publicação da agência, apresenta os últimos dados e comentários sobre a situação do fenómeno da droga nos 27 Estados-Membros da UE, Croácia, Turquia e Noruega.

Nele se analisam os principais desafios e algumas das práticas promissoras atualmente utilizadas para responder aos problemas relacionados com a droga.

O Relatório anual faz parte de um pacote informativo global. 



Toda a informação estará disponível a partir de 15 de novembro em: 
www.emcdda.europa.eu/events/2012/annual-report

·         Data de lançamento: quinta-feira, 15 de Novembro de 2012
·         Hora: 10h00 Hora da Europa Ocidental (Lisboa) (11h00 Hora da Europa Central)
·         Local da conferência de imprensa: Centro de Conferências, Cais do Sodré, 1249-289, Lisboa
·         Entrevistas: No dia do lançamento, em Lisboa, estarão presentes representantes da Comissão Europeia e do OEDT para responder às perguntas dos jornalistas. Em toda a Europa, os serviços de assistência dos pontos focais nacionais Reitox responderão às questões específicas de cada país (para mais informações sobre as entrevistas, consulte a ligação acima).
·         Redes sociais: http://twitter.com/emcddawww.facebook.com/emcdda

Comentários

Mensagens populares deste blogue

METADONA EFEITOS COLATERAIS

Metadona e o excesso de peso

Coisas da metadona